respublica

sábado, fevereiro 17, 2007

Bem vindos ao século XXI, com ideias do século XIX

O ridículo cartaz que o Bloco de Esquerda fez questão de apresentar na noite do referendo diz muito sobre a natureza mais profunda do movimento. A extrema Esquerda sempre acreditou, de forma quase messiânica, que a História caminha obrigatoriamente num determinado sentido... o dela, evidentemente. Veja-se o caso de Álvaro Cunhal, que tendo vivido décadas nos países do 'socialismo real' e conhecido os horrores do Estalinismo, nunca deixou de acreditar na vitória final.

Antigamente, a Esquerda acreditava que o culminar da História seria a sociedade sem classes e a ditadura do proletariado. Com a queda do Muro, e à falta de melhor, agarrou-se às 'causas fracturantes' e ditas progressistas, como o aborto livre, as uniões de facto, o casamento e a adopção gay, o eco-fundamentalismo, os direitos das 'trabalhadoras do sexo', os sinais de trânsito com figuras de ambos os sexos, etc, etc. A lista é quase infindável, mas ainda assim revela uma enorme falta de imaginação dos partidos e grupos de jotas que têm nestas causas as suas principais bandeiras. E revela, ainda, uma enorme sede religiosa. Sem fé num Deus pessoal, muita gente precisa desesperadamente de algo a que se agarrar. Por exemplo, a luta contra o aquecimento global é hoje, para muitos, uma forma de jihad*.

Concluindo, e voltando ao início, não creio que a Esquerda Libertária represente o futuro. Pelo contrário. O futuro - e a demografia vai tratar disso -, vai certamente pertencer a outros.


_______________________________________

(*) - no sentido que o Islão 'moderado' dá ao termo.

3 Comments:

  • Exacto. Até porque toda a gente sabe que esses ricaços que aí andam comem criancinhas ao pequeno-almoço! São esses e os barões da guerra! E o capitalismo também! Exploradores!

    By Blogger Hugo Monteiro, at quarta-feira, fevereiro 28, 2007 8:08:00 da tarde  

  • Tambem nao creio!

    Saudacoes d'Algodres.

    By Blogger al cardoso, at sexta-feira, março 02, 2007 8:21:00 da manhã  

  • Não nos assustemos, mas actuemos sem pressa mas sem perder tempo!
    A evolução de tudo quanto é natural segue o movimento sinusoidal, com desvios da directriz, umas vezes para um lado. logo para o outro, mas sempre à volta de uma linha evolutiva natural. A esquerda e a direita são disso a prova. Os extremos nunca levam a melhor a não ser em pequenos períodos de instabilidade. Por exemplo, agora cá, no rectângulo lusitano, é um governo de esquerda que está a colocar nas mãos do capitalismo e da actividade privada muitos serviços públicos: urgências, centros de saúde, hospitais, segurança. ensino, notários, cobrança de impostos, electricidade. água e saneamento, etc, etc.
    Temos que estar alerta e denunciar algo que nos pareça ir contra os interesses nacionais, colectivos de todos nós.
    Abraços

    By Blogger A. João Soares, at terça-feira, março 13, 2007 4:31:00 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home